GAUFF Stiftung

Com todo o coração

A Fundação vive do trabalho dos seus ajudantes voluntários. O seu empenho cria as condições para que os donativos sejam aplicados objectivamente e que os projectos sejam realizados da melhor forma possível.

O trabalho da Fundação é apoiado, entre outras, por:

Patrick Charlot vive há mais de trinta anos no Gabão e dispõe respectivamente de conhecimentos notáveis sobre o país e o povo.  O Director Geral da Sucursal da GAUFF em Libreville empenha-se, acima de tudo, por projectos e iniciativas que contribuem para o apoio da estrutura social do país.

Petra Eckert é responsável pela contabilidade da Fundação GAUFF. Além disso, organiza com muita eficiência as acções de donativos – como por exemplo na festa de natal – e providencia com enorme empenho pessoal que os donativos em géneros para África, cheguem sempre aos destinatários certos.

Markus Elbert é Director de Projecto para o Projecto de Abastecimento de Água „PALUB I“ da GAUFF no Lubango, a capital da província da Huíla. Acompanhou, entre outras, a construção de um novo abastecimento de água para o município de Toco que se localiza a cerca de 30 kilómetros fora do Lubango. Actualmente, estão em planeamento outros projectos da Fundação GAUFF na região do Lubango.

Yvette Emma Mouandza é Advogada em Libreville. Ela mantém para a Fundação GAUFF o contacto intensivo com um juiz de menores em Libreville. Através deste apoio valioso podemos ajudar os jovens de forma mais rápida e eficaz.

Emmanuel Mugamba é Gerente da Gauff Consultants Uganda (GCU) em Kampala há muitos anos e apoia a Fundação GAUFF em todos os projetos em Uganda através dos seus contactos e a sua experiência.

Anton Schauer-Grasch é director de sucursal da GAUFF Engineering em Luanda, a capital de Angola. Participou para a Fundação GÂUFF na construção de um novo abastecimento de água para o município de Toco na província da Huíla, bem como na finalização do lar de acolhimento de crianças no Uíge. Além disso, empenha-se activamente por novos projectos da Fundação nas provinciais angolanas da Huíla e Benguela.