GAUFF Stiftung

Reconstrução da escola parceira em Beira, Moçambique

Na noite de 15 para 16 de março de 2019, o ciclone Idai chegou a Moçambique pela costa de Sofala, na cidade da Beira. Com rajadas de vento a atingirem 160Km/h associados a precipitação intensa, o ciclone assolou cerca de 90% da cidade portuária da Beira assim como grande parte do interior do país e mesmo os países vizinhos Zimbabué e Maláui. Cerca de 2.8 milhões de pessoas, sendo metade destas crianças, foram afetadas pela catástrofe que destruiu casas, arrancou árvores e causou inundações que levaram a falhas de energia elétrica, voos cancelados e serviços de comunicação condicionados.

O Goethe Zentrum em Maputo (CCMA) é o coordenador oficial da Partnerschulinitiative des Auswärtigen Amtes (PASCH) (iniciativa para escolas parceiras no ministério dos negócios estrangeiros alemão) em Moçambique. A PASCH dirige, entre outras, uma escola na Beira, que ficou muito danificada devido ao impacto da tempestade. Grande parte do edifício ficou destruído, tendo que ser restaurado com urgência. Depois da tempestade, os sobreviventes do colégio e do corpo estudantil, juntaram-se nas instalações degradadas da escola, sendo que careciam urgentemente de alimentos, vestuário e combustível.

Para fazer chegar ajuda urgente e poder continuar as aulas o mais rapidamente possível num edifício restaurado, a Fundação GAUFF apoiou a PASCH Initiative com um donativo de 5 000,00 EUR. Além disso, os funcionários da GAUFF Engineering em Moçambique também disponibilizaram à PASCH Initiative ajuda técnica na reconstrução da escola e na construção de um novo telhado para a escola.

Relatório do Instituto Industrial e Comercial da Beira - IICB (PDF)