GAUFF Stiftung

Comunidade de Sant’Egidio – Programa Dream

Na noite de 15 para 16 de março de 2019, o ciclone Idai chegou a Moçambique pela costa de Sofala, na cidade da Beira. Com rajadas de vento a atingirem 160Km/h associados a precipitação intensa, o ciclone assolou cerca de 90% da cidade portuária da Beira assim como grande parte do interior do país e mesmo os países vizinhos Zimbabué e Maláui. Cerca de 2.8 milhões de pessoas, sendo metade destas crianças, foram afetadas pela catástrofe que destruiu casas, arrancou árvores e causou inundações que levaram a falhas de energia elétrica, voos cancelados e serviços de comunicação condicionados.

No âmbito do seu Programa DREAM (Disease Relief through Excellent and Advanced Means - alívio da doença através de meios excelentes e avançados), a comunidade cristã de ”Sant’Egidio” dirige em Moçambique um centro de tratamento para pessoas com SIDA e um centro de nutrição para crianças. A tempestade Idai, afetou as estruturas do centro Sant’Egidio, que viu os seus tetos, laboratório, escritórios e armazéns destruídos. Mesmo assim, a comunidade de Sant’Egidio começou a prestar ajuda logo após a tempestade de modo a satisfazer necessidades mais urgentes. Alimentos, vestuário, mantas, medicamentos e outros equipamentos foram prontamente distribuídos, com vista a garantir condições básicas de higiene e conforto.

A Fundação GAUFF apoiou este notável envolvimento da Comunidade de Sant’Egidio com um donativo de 10 000,00 EUR.